Radiofrequência para Flacidez Tissular

25.8.16

Como combater a terrível flacidez tissular? Será que em alguma evolução da medicina/tecnologia deixaremos de envelhecer? Não seria nada mal, né?
Com o passar do tempo perdemos as fibras de colágeno e elastina, que são responsáveis em dar firmeza e elasticidade a nossa pele, sem isso a pele fica submetida a flacidez, rugas e linhas de expressões.

Hoje em dia existem vários tratamentos para diminuir esse processo de perda de colágeno/elastina e para melhorar a flacidez, rugas e linhas de expressões. Um deles é a Radiofrequência, equipamento que tem objetivo de trabalhar essa flacidez tissular.
A primeira indicação estética aprovada pelo Food And Drug Administration (FDA), dos EUA, com esse aparelho foi em novembro de 2002 para o combate de rugas, já em dezembro de 2005 foi aprovado o uso no restante do corpo.

O aparelho e seus efeitos na pele
A radiofrequência tem uma radiação de espectro eletromagnético que gera calor entre 30 Khz a 300 Mhz. Esse tipo de calor alcança os tecidos mais profundos da pele, mas ao mesmo tempo mantém a camada superficial, a epiderme, resfriada e protegida. Por esse motivo a sensação de calor é suportável.
Na derme, a partir da camada basal a radiofrequência provoca a contração das fibras colágenas e a formação de novas fibras.

Como funciona?
Entre o período de 14 a 21 dias acontece a neocolagênase, que se trata da estimulação do fibroblasto para a formação dessas novas fibras gerando um efeito lifting deixando a pele mais hidratada e firme.
Para a neocolagênase ocorrer é preciso que a epiderme atinja a temperatura entre 38ºC a 40ºC. A temperatura não deve passar disso para não queimar a epiderme nem desnaturar as fibras da derme, o que ocasionaria em mais flacidez.

Indicações
Indicado para flacidez, fibroses e aderências.

Contra-indicações
Gestantes, portadores de marca-passo, peles com neoplasias, varizes, problemas como trombose e diabéticos não podem fazer esse procedimento. Além disso, o aparelho não deve ser aplicado no globo ocular, glândula tireóide, órgãos genitais e em peles com recente aplicação de peelings químicos.

Qual é o intervalo entre cada aplicação da radiofrequência? 
Indicado manter um intervalo de 15 dias.

Quantas sessões são indicadas?
Isso é muito relativo, depende do estilo de vida da pessoa, do grau de flacidez, rugas e linhas de expressões e da área a ser trabalhada.

Gostaram do post? Amo falar sobre a minha profissão!!
Um Beijo, amores!

COMPARTILHE

4 comentários:

  1. Oi Daniela.

    A gente está sempre tentando retardar a idade. Procedimentos como esse, pelo menos, são mais suaves do que cirurgias.
    Ótima dica.

    Beijos mil!

    http://brincandocomarte.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Que bacana Dani! Parece um método mais simples e "seguro" que uma cirurgia.

    Beijos
    http://orangelily.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim Lily... vale super a pena! Ótimos resultados!!
      Um Beijo

      Excluir


Me chamo Daniela Bueno, tenho 23 anos e resido na cidade de Campinas/SP. Em 2014 me formei na faculdade de Estética e Cosmética e em 2015 conclui um curso de Depilação a Laser. Atualmente divido meu tempo trabalhando na área e no blog. Aquariana, procuro sempre estar de bem com a vida e fazer tudo que amo.

https://www.instagram.com/_danibueno/ https://br.pinterest.com/dannielabueno/ https://www.youtube.com/channel/UCI2BXUKqu3XCAg_WXmisDVw